18

jul

2008

… esse texto tem tudo a ver com “alma selvagem”, especialmente aqui no nosso Lisarb, país onde tudo é ao contrário.

Créditos:
– texto do brilhante Ciro Pellicano- quando escreveu, creio que cinco anos atrás,era Diretor de Criação da Nica Communication-Roma .
– Lisarb: Brasil ao contrario, idéia genial do Geraldo Tite Simões, grande amigo.O
país precisaria ser rebatizado, na minha opinião.

Comece com uma jaula e cinco macacos. Dentro da jaula pendure uma banana no teto e coloque uma escada debaixo dela. Não vai demorar muito para que um dos macacos corra para a escada, na tentativa de alcançar a banana.
Assim que ele tocar o primeiro degrau, molhe seus quatro companheiros com um jato de água gelada. E aqui a primeira surpresa: o próximo que tentar subir vai ser impedido pelos próprios companheiros.

Agora faça o seguinte. Retire um dos macacos e substitua-o por outro que não saiba nada da coisa. Assim que esse novo participante entra na jaula e vê a banana, obviamente ele corre para a escada. Mas, para seu horror, os outros o atacam. Depois de uma nova tentativa, ele descobre que a coisa é séria: basta tentar alcançar a fruta para que os outros caiam de pau nele.

Agora, retire mais um dos macacos originais e substitua-o por outro que não tenha a mais pálida idéia do que se passa lá dentro. O coitadinho,é claro, vai direto para a escada, e ato contínuo, é atacado pelo grupo (reparem que o macaco que entrou na primeira substituição também distribui pancadas).

Muito bem. Agora substitua o terceiro macaco. Depois o quarto. E, finalmente, o quinto. O ritual se repete: toda vez que um recém-chegado corre para a escada,é atacado pelo grupo.

A essa altura, muitos dos macacos que participam da pancadaria não sabem nem remotamente por que não podem subir a escada, e muito menos por que estão batendo. Depois que você completar as cinco substituições, não vai haver mais nenhum macaco na jaula que tenha sido submetido à punição do jato d´água, certo?

Mesmo assim, nenhum deles vai ousar aproximar-se da escada novamente. Nunca mais. A banana vai apodrecer lá no teto. A escada vai criar poeira. Mas nenhum macaco vai se atrever a subir de novo. Por que?

Por que até onde eles sabem, é assim que a coisa funciona no pedaço. Bom, e agora?

Agora o seguinte: troque a jaula por uma empresa. E os macacos, por funcionários.
Pronto: você acaba de descobrir como nascem os “tabus de firma”.

Eu sei que é triste, macacada, mas é a pura verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso canal no Youtube

Se você quer assistir a vídeos de excelente qualidade, bem produzidos, nosso canal é o lugar certo para você começar! Acesse agora e fique por dentro do que há de melhor do mundo sobre 2 rodas.

ASSISTA A OUTROS VÍDEOS

Alma Selvagem - Fone: (13) 3355-2710 - E-mail: renzo@almaselvagem.com.br

Fazer login