19

maio

2015

Depois de lançar a nossa produtora Selvagem Filmes no terrívelmente difícil ano de 2014, estamos começando a colher os resultados do nosso trabalho. Já realizamos videos em parceria com revistas de motociclismo, videoconteúdo para internet e neste momento com um grande e importante trabalho para a ABRACICLO, atualmente em fase de finalização e um webmercial bem interessante para a Road Experience. Estamos focados em conquistar novos clientes e parceiros para este segundo semestre, apesar do humor do mercado estar meio pessimista. Um Alma Selvagem é sempre otimista.

Um fato interessante: na escrita japonesa, o ideograma que representa a palavra “crise” é absolutamente IDENTICO ao ideograma que representa a palavra “oportunidade”. Por essas e outras, acho que é hora de se mexer, de se comunicar, de colocar a cabeça acima do nível médio, estagnado.

Entre as nossas novidades, estão a contratação de Mire Touron como diretor comercial da Selvagem Filmes. Com sua vivência de muitos anos no mercado de duas rodas, está me ajudando a divulgar e vender nossos serviços diferenciados, afinal somos a única empresa que planeja, cria e produz peças de comunicação focada em motociclismo. Quase como uma agência de publicidade especializadíssima em motocicletas, mas bem mais simples, ágil e descomplicada.

Outro fato que me alegra é esta nova fase do BLOG Alma Selvagem, com dois novos colaboradores, Lalão Bocanegra -que já começou a escrever sobre o mundial de MotoGP – e com a nova coluna do Prof. Kadu, que estréia agora. Sempre foi minha intenção, e só agora está tomando forma, oferecer um espaço simples, sem compromissos comercias que nos tirem a liberdade de escrever e informar despretensiosamente para nossos amigos virtuais e leitores do Blog. Da mesma forma bem-humorada e sem presepadas, que usamos para nos comunicar entre nossos amigos de verdade.

Com vocês, o Prof. Kadu:

Olá, sou o Carlos Eduardo de Magalhães Nunes, e vou dar os meus pitacos por aqui, junto com o Lalão Bocanegra. Assim como ele, também tenho apelido: Professor Kadu. Tenho 55 anos, moro em Sampa, sou professor universitário desde 1988, empresário no ramo de transportes rodoviários desde 1990, e tenho MOTOCICLETA desde 1982…que delícia!!! Tenho o privilégio em fazer as coisas que gosto e muitas delas pilotando moto, então posso encher a boca e dizer que sou um cara muito feliz. Consigo, apesar do ARGHHHH terno e gravata, conciliar o meu deslocamento casa/trabalho/casa, sobre a moto. Basta usar os equipamentos de segurança, que cobrem a roupa e chego limpo nos compromissos. Dou aulas a noite, mas aí tudo melhora porque vou, sempre que posso de moto. O percurso, horrivel para se fazer de carro, fica até gostoso sobre duas rodas. Aliás, acho que a vida fica melhor sobre duas rodas.

Tenho uma VStrom 650 para viagens, uma Falcon para a cidade e uma Tornado, que uso nas trilhas, nos fins de semana. Pertenço ao Poeira Moto Clube, o motoclube mais antigo do Brasil (60 anos) aonde mesclamos trilha e street (B&V Trips), e somos muito ativos todos os finais de semana.Sou curioso, me interesso por pneus, cilindros, capacetes, jaquetas… vento nas narinas, pensamentos aleatórios dentro do capacete e curto repassar minhas impressões. Fui convidado pelo meu amigo Renzo a escrever neste Blog,  junto ao Lalão e… aceitei com prazer.

Mais uma atividade divertida na minha vida, afinal, sou um “ALMA SELVAGEM!!!”

Aqui vai o primeiro:

Olá,
Sabemos que as mulheres enxergam as coisas diferentes do que vemos, e consequentemente interpretam também de forma diferente.
Algumas coisas em que elas interpretam diferentes, geram um furduncio danado, mas outras, nos fazem meditar e vemos quase sempre o quão bobos/imaturos somos. Alem de me encantar com o fato, referencio ainda mais a mulher que tenho.
Pois bem, nos passeios de moto, a cada 2 km…risos… vejo algo interessante, como o formato de uma nuvem, por exemplo, e quero que ela compartilhe comigo. No carro é fácil, mas na moto vem o toque na perna, com a fala no capacete como se ela me ouvisse…risos…tentando fazer ela ver o que vejo. IMPOSSÍVEL!!!
Na primeira parada, quando comento os tantos fatos vistos, percebo que ela viu o que vi, e ainda faz diversos comentários sobre o que ela viu e eu não vi…piração!!!
Sob os olhos da garupa, sem o foco na pilotagem, sem a pseudo tensão ao pilotar e sem nenhum compromisso com nada, veem esquilos no acostamento, plantas exóticas em trechos sinuosos, nomes em placas, enfim, se eu não tivesse tanto medo em andar na garupa, ia querer experimentar ver o que não vemos e não sentimos.
Como diz o nosso amigo mineirinho PH, garupa é bão tamem.
Até breve.
Prof. Kadu

6 comentários para “Novo colunista Alma Selvagem: Prof. Kadu

  • Mel

    Realmente sempre vi mais nos 13 anos de garupa que fui do meu amor. Hoje eu piloto e revelo uma curiosidade : quando vamos em passeios para fora de nosso continente, que obriga irmos de avião e alugar motos no destino, ainda peço para que aluguemos uma única motocicleta. Ainda gosto demais de ir registrando momentos únicos e que só na garupa dá pra clicar aquela maquininha que nosso fotógrafo Renzo manuseia com tanta propriedade e arte . Tento ir registrando tudo. Gostei de sua matéria, parabéns !!
    Mel

  • Aurelio Lembo

    Kadú, é isso aí!!! Tenho certeza de que seus comentários farão a diferença pra muita gente, com a visão super otimista de um cara de bem com a vida como você!. Acompanharei todas as suas postagens, quando será a próxima?? rsrsrs Um grande abraço!

Deixe uma resposta para PH Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso canal no Youtube

Se você quer assistir a vídeos de excelente qualidade, bem produzidos, nosso canal é o lugar certo para você começar! Acesse agora e fique por dentro do que há de melhor do mundo sobre 2 rodas.

ASSISTA A OUTROS VÍDEOS

Alma Selvagem - Fone: (13) 3355-2710 - E-mail: renzo@almaselvagem.com.br

Fazer login